segunda-feira, 17 de março de 2014

Dias Difíceis...

Postado por Mah Menezes às 14:12
Pois é, nem tudo são flores. 
Até a semana 29 eu me sentia bem, até arriscava dizer que o terceiro trimestre estava sendo pra mim o mais tranquilo.
Até a 30ª semana aparecer...
Com ela apareceram as náuseas terríveis e a indisposição que me fizeram ficar em casa de molho por dois dias, a sensação era de gripe, corpo cansado, vômitos e vontade de só ficar deitada.
Com a semana n° 31 é quase que impossível acordar cedo, tomar banho me desgasta horrores, qndo saio dele tenho vontade de me deitar novamente pra descansar, fico exausta, se chego de um dia de trabalho e tomo banho, ele me leva minhas últimas forças.

Eu tomo muita água, adoro água, de verdade, não a troco por nenhum outro líquido, nos finais de semana que estou em casa e tenho água geladinha a disposição, devo ingerir uns 4 litros de água por dia, com isso a frequência do xixi aumentou e muito, de 30 em 30 minutos, exceto qndo durmo, daí costuma ser a cada virada de lado.
Aliás, virar de lado na cama tem ficado muito difícil, o esforço que faço com meus braços é enorme, consequentemente eles passam a doer tbm, dormir tbm tem seus dias difíceis, tenho sentido falta de ar, as vezes preciso dormir praticamente sentada, o que tbm não é bom pq o Bibi está grande e dormir de barriga pra cima me dá a sensação de que ele está me esmagando. Então não há muito o que fazer :(

Se antes, juntar algo do chão era difícil, agora nem tento mais, é impossível! Despir uma calça legging, justa ao corpo é dificuldade nível 10, vestir uma calcinha é tipo pescaria, eu jogo as alças para que engatem nos pés, para que assim eu possa subi-las, acredito que até o final conforme a barriga vai crescendo, não vou conseguir mais fazer tbm.
Sinto muita dor nas virilhas e embaixo da barriga, parece que minha barriga tem 25kg, sinto ela muito pesada e cheia de água, difícil levantar, sentar, andar e abaixar nem pensar.
Algumas coisas tem me irritado muito, luz em excesso, barulhos irritantes como caminhão ligado, aspirador de pó, tudo que é constante, tv com som alto por exemplo, odeio! Estou amando o silêncio e ambientes mais escurinhos.

Estamos pensando em nos mudar, o dinheiro está muito curto, ando ficando muito angustiada e nervosa com mil planos e problemas a resolver. Não quero fazer planos nem resolver problemas, tipo: -Posso pensar nisso depois que ele nascer? Dá pra me deixarem quieta? Não me façam perguntas, só me deixem tranquila. Não sei pq dessa sensação mas tenho necessidade do "ninho", tipo uma mamãe leoa que quer ter um cantinho seguro para ter seus filhotes longe de problemas. Não quero pensar em nada mais q nao seja ele, depois eu resolvo, agora é só ele e acho até que só ele vai nos ocupar 24hs por dia. Talvez pq tudo em relação a ele, a mim e ao parto eu fiz sozinha, pensei em td sozinha, organizei, arrumei e tudo fica martelando na minha cabeça: -Não posso esquecer, não posso esquecer!
Tenho isso, pq se eu não lembrar, ninguém mais irá, isso me sobrecarrega.

Ás vezes, do nada, começo a chorar, e se não me controlo, o choro é de soluçar, tipo incontrolável mesmo, eu choro quieta no meu canto sem que ninguém veja, é um choro de cansaço, por não conseguir ir e vir, por depender tanto dos outros pra qqr coisa q eu precise fazer, por ver coisas em casa que quero arrumar e não consigo, por estar exausta e querer que estes 2 meses voem e mais um monte de coisinhas que podem parecer bobas mas que pra mim não são.

Meu horário de trabalho é das 8hs - 18:30. Preciso acordar as 6hs da manhã e paro em casa somente em torno das 20hs. Isso pra mim é uma tortura! Se eu não encontro lugar confortável para ficar em casa, que dirá no trabalho! Digamos que até 14hs da tarde eu aguento, depois disso, fico me retorcendo na cadeira, viro, sento, levanto, viro de novo, ahh não consigo mais sentar de maneira normal, só atirada na cadeira tipo uma adolescente largada, não há outra maneira de parar. Então eu digo, é bom ficar grávida sim, se você não precisa trabalhar tanto.
Esse domingo que passou, fomos almoçar na minha mãe, lá tem muitas escadas, então, se não foi o último domingo de visita, está bem próximo de ser pq as escadas me matam. Não consigo mais, não dá, então exceto por uma situação muito urgente, infelizmente não visitarei a mãe tão cedo, o que é uma pena, uma grande pena, se não fossem as escadas, acho que eu estaria sempre lá na casa dela.

Enfim, sinto que está ficando cada vez mais difícil, rezei estes dias e disse: -Senhor me dá forças pra aguentar até o final, protege meu filho pra ele crescer bem forte.
Vou trabalhar até o máximo que eu conseguir, pra poder ficar com ele também o máximo possível, estou me esforçando ao máximo, venho me arrastando mas venho.
Quero que ele cresça tudo que puder crescer, que complete seus 9 meses de gestação bem direitinho como deve ser mas não vou negar que quero que estes 2 meses restantes voem, quero dormir e acordar amanhã dia 13 de maio. Quero te pegar no colo meu filho querido. Mamãe te ama.
bjs, mami





0 comentários:

Postar um comentário