quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

O que eu (não) quero! O que eu (não) preciso!

Postado por Mah Menezes às 14:21

Hoje, que estou no papel de grávida e não de visitante, fico pensando quanta M%$#@ eu já fiz em minhas idas a hospitais. Claro que não fiz por mal e tentei ser o mais rápida e discreta possível em minhas visitas mas mesmo assim, haviam coisas importantes que eu não sabia que deveria evitar/fazer como por exemplo:

. Evitar dar flores de presente a uma recém mãe. (Eu dei flores, desculpa Fê!)

. Sempre lavar as mãos ao chegar no quarto, principalmente antes de tocar nas mãozinhas do bebê.
(Eu peguei na mãozinha do Leo sem lavar as minhas mãos, desculpa Fê part II)

Eu não me dei por conta, juro, e ainda acho que isso foi bem pouco perto do que vejo as pessoas fazendo.
Quando visitei minha amiga Fê, uma moça, ao chegar no quarto, pegou o bebê do colo dela levando o soro da mão dela e tudo junto, achei uó! Lembro que a Fê disse: -AI! 

Claro que eu me derreti por aquele mini menininho com carinha de bebê lindo, eu tava louca pra pegar ele no colo e amassar, amassar, mas gente! Que mal gosto! Deixem o bebê no colo da mãe! 
Ela esperou 9 meses por ele e daí chego eu e tiro ele do colo dela? Claro que não!

Outra coisa que acho bem dispensável é a mania ridícula que as pessoas tem de colocar um bebê recém nascido no colo de crianças pequenas. Affe pra que isso? Pra mãe ficar apavorada com medo de que o bebê caia e se torne assim uma antipática?!

Pois falando em antipática, essa que vos fala é uma versão sincera/antipática de uma mãe de primeira viagem que nem pensa em ter o trabalho de disfarçar tamanha antipatia!

Leio muito e percebi que ser uma louca nojenta não se aplica somente a mim, existem muitos posts sobre este assunto na internet, portanto resolvi escrever o meu, aquilo que preciso e não preciso, aquilo que quero e que não quero quando chegar a minha hora.

Vamos resumir? O filho é MEU! Este momento é MEU! Para o qual me preparo ha anos! Então dá licença que a coisa vai ser como eu acho que deve ser!

Se possível, evite visitas em casa, visite no hospital, pois assim, não precisamos ficar 'fazendo sala', entenda que um recém nascido dá trabalho e ocupará todo tempo da mãe e do pai, ficando bem complicado de dar atenção, fazer cafézinho, etc, etc... No hospital, respeite o horário de visita que será informado por nós. No resto do tempo gostaríamos de curtir esse momento somente em família. Procure visitar no dia após o nascimento, apesar da beleza do momento não esqueça que trata-se de uma cirurgia, é preciso tempo para recuperação e também tempo de adaptação da mãe com o bebê. Fica complicado fazer isso precisando dar atenção a todos que chegam. Se você não é da família, as visitas devem ser curtas, no máximo 40 minutos. Preste atenção se a mãe ou o bebê não estão cansados.

Não tire fotos do meu filho para postar em redes sociais sem que eu peça! Aliás, já deixe em casa sua máquina fotográfica e seu celular inconveniente! Lá, teremos máquina e celular, fotos não irão faltar, mas serei Eu a primeira a mostrar a carinha do meu filho para as outras pessoas.

 Se não tens a noção de que bebês recém nascidos tem cara de joelho e mães recém paridas tem cara de loucas babonas zumbis, nem vai visitar Ok? Isso se aplica a deixar a máquina fotográfica em casa, as pessoas sempre tiram fotos dos piores ângulos possíveis, tanto da mãe, quanto do bebê, depois ainda saem falando mal por aí.

 Não tire o bebê do colo dos pais!! Se quisermos que você o pegue no colo, vamos lhe oferecer com certeza. Como citei acima, esperei por ele durante 9 meses, agora me permita babar e babar! Se o bebê estiver dormindo e você não quiser ver uma mãe em fúria, nem pense em acordá-lo!

 Eu não sei se o meu leite vai descer logo, se não vai ser super dolorido, ou até mesmo, não gosto de sair mostrando os seios a todos, portanto, na hora das mamadas, nos deixe sozinhos.

 Para levar crianças a maternidade, certifique-se de que a mesma não está doente ou com a imunidade baixa, isso se aplica também a adultos. Um recém nascido não tem imunidade, ficando assim, a mercê de qqr bactéria ou vírus. Se a pessoa/criança estiver doente, é interessante que evite ambientes hospitalares, pois facilitam a contaminação, independente de ser uma maternidade ou não.

 Para evitar perguntas bobas já respondo antes:
-Sim eu já estava acima do peso antes de engravidar.
-Engordei super pouco na gravidez.
-Cesárea foi uma decisão/escolha minha, não tente me fazer mudar de idéia.
-Sim penso em ter mais filhos, sim sei que ser filho único é ruim, mas dá um tempo ok?

 Não banque o sabe-tudo, mesmo que você já tenha 176365 filhos. Nunca trocamos uma fralda, nunca participamos de um banho de bebê, nunca amamentei! A teoria sei decor, mas quero poder errar e aprender sem que fiquem me ensinando ou me repreendendo o tempo todo.

 Se vc visitou, ganhará lembrancinhas, se não visitou não ganhará e também não poderá levar algumas delas prakeles que não apareceram.

10° Evite perfumes fortes, cheiro de cigarro então, NEM PENSAR!

11° Entrou no quarto, lave as mãos e use álcool gel, Estarão disponíveis no quartinho sabonete líquido e antisséptico para mãos, linda e cuidadosamente ornamentados pela mamis aqui. Use!

12° Ofereça ajuda! Os gatinhos estarão em casa, eles precisarão de cuidados e de alguém que vá até lá dar carinho, limpar as bandeijas, trocar a água e dar comida. Lave a louça, passe aspirador na casa, ofereça uma refeição até mesmo congelada, isso facilitará nos primeiros dias de vida com o bebê, os primeiros dias serão puxados e a arrumação da casa, com certeza ficará em segundo plano.

13° Alguns pediatras orientam que a mãe, por estar amamentando, não consuma alguns tipos de alimentos, inclusive chocolates e afins, então procure saber se está tudo ok antes de dá-los de presente.

14° Se vc nem a M%$#@ nos mandou nestes 9 meses de gravidez, não venha agora visitar, babar o ovo ou dar opiniões furadas.

15° Quero sempre a presença do meu marido e da minha mãe, e não trocarei estas 2 pessoas para que outras 2 possam entrar no quarto. Estas são acompanhantes e não visitas.

Em todas as alternativas acima, prevalece sempre o velho e bom senso! Sabemos que as pessoas queridas estarão ao nosso lado neste momento e saberão nos respeitar.

Que venha dia 13!

bjs, mami!

0 comentários:

Postar um comentário