sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

A importância do Marido na Gestação!

Postado por Mah Menezes às 11:57

O título deste post se refere ao Marido e não ao Pai pois eu quis mostrar a importância que o Marcelo tem tido pra mim nesta fase de minha (nossas) vida, como grávida, como mulher e principalmente como uma mulher grávida.

(A imagem acima mostra um bilhete escrito por ele, em 2008, qndo estávamos no início, nos conhecendo, quando a gente se apaixonou, achei bonitinho encontrar este bilhete pois na época nem imaginávamos que 6 anos depois estaríamos aqui falando de uma coisa em comum tão importante: O Gabriel! 6 anos depois somos pessoas bem diferentes, mais maduras e mais seguras com relação ao outro, estamos agora, formando a nossa família!

Na nossa primeira gravidez, tivemos uma perda, um momento muito delicado pra nós (falo sobre este momento aqui), o Marcelo testemunhou de perto esta perda, viu tudo o que aconteceu comigo e isso até hoje nos emociona bastante, acho que este acontecimento nos aproximou, nos fez ficar mais fortes, unidos e de certa forma MUITO cautelosos e inseguros também, afinal foi horrível e não gostaríamos jamais de passar por isso de novo, por isso, dessa vez, tudo que a médica recomendou nós fizemos certinho, isso nos trouxe ótimos resultados, o Gabi está aí firme e forte!

1 ano depois estamos grávidos novamente, exatamente na mesma data (ano passado descobri que estávamos grávidos no dia 3 de setembro, na segunda gravidez descobrimos no dia 4 de setembro!!).

Na gravidez atual, nos primeiros meses, fiquei muito tempo em repouso, tive problemas, riscos de aborto e por esse motivo precisei ficar em casa sem poder fazer nenhum tipo de esforço, inclusive precisamos ficar sem sexo durante meses, tudo isso para guardar o Gabi com toda segurança para que, dessa vez, este bebê viesse ao mundo.

Bom, voltando a importância do Marcelo para mim...
Ele tem sido importante e me ajudado muito, inclusive para pequenas coisas que se tornam grandes quando fisicamente se torna impossível fazer quando se tem uma bola de futebol dentro da barriga rsrsrs, coisinhas como juntar um papel do chão, buscar um copo d'água ou carregar a minha bolsa quando até ela me cansa. Acredite, juntar algo do chão é dificuldade nível 10 quando se tem uma barrigona do tamanho da lua!

O Marcelo faz faxina, lava a louça, arruma a casa, cuida dos gatos, cuida das plantas, cozinha, faz supermercado, faz massagem nos meus "pés bolas", já ajudou a me depilar, já me ajudou a fazer o pé, lixar e passar creminho e mais um monte de outras coisas que agora não vou lembrar, mas que fizeram minhas tarefas se reduzirem a apenas 10%, como vez em quando dobrar e guardar as roupas secas,  trocar a água dos gatos (dificuldade nível 8 pois preciso juntar o potinho do chão) e quando tenho um restinho de ânimo e energia, faço um cafézinho com pão e ponho a mesa para sentarmos juntos!

Ah e a parte psicológica também é uma ajuda e tanto! Não tem preço o meu marido entender que aquelas calcinhas maravilhosas e pequenininhas que eu usava ficaram, pelo menos neste momento, para trás!
Agora preciso usar calçolas de vovó cor 'bege' (tipo essa) que eu tanto abominava mas que hoje me trazem tanto conforto...


As peitolas, que eram durinhas apontando para o alto e avante, agora são duas bolas mais moles, sensíveis e doloridas, rumando a forma "teta de índio" quando o bezerrinho finalmente nascer e se grudar a mamar.

Ele entende que pra mim, ás vezes, é difícil transar! O negócio entrando dum lado, e do outro, um bebezinho se mexendo, chutando, dançando créu dentro da barriga!! Aghhrr me condenem, mas é difícil sim!

É impossível fugir das dores, poréns e restrições normais da gravidez, não importa se é magra ou gorda, rica ou pobre, TODAS passam pelos mesmos sintomas, mas com certeza ficar grávida com um marido desses, ficou muito mais fácil! O Marcelo tornou a minha vida de gestante muito mais tranquila, está sempre disposto a me (nos) ajudar, sempre atento se estou bem, sempre prestativo e o mais importante de tudo, sempre muito feliz e ansioso quando se trata deste filho tão querido que está quase chegando por aí.

Por isso, gurias, escolham bem seus maridos, pois a família começa aí e uma gravidez sem um bom parceiro pode ser bem difícil! É muito importante ter alguém que te apoie e te ajude neste momento.

O Marcelo foi, de longe, meu pior namorado, hoje, alegremente posso dizer que ele é um ótimo marido, ele é a prova viva de que o amor muda, o amor transforma, o amor amadurece, por isso hoje, me sinto confortável em escrever esta postagem demonstrando o tamanho da minha consideração por ele.

Eu fui abençoada e agradeço a Deus todos os dias por ter mandado estes dois meninos pra iluminar meus dias, meu marido e meu filho, dois presentes que são a razão da minha vida!

Este foi meu pequeno miminho diário para este grande homem/pai que tenho a alegria de chamar de marido e que o Bibi com certeza vai ter o maior orgulho do mundo em chamar de BABAAAAAAI!

Te amamos incondicionalmente!






0 comentários:

Postar um comentário